quarta-feira, 26 de janeiro de 2011


Ninguém pode dizer que eu não busquei a Deus.

Muitas e muitas vezes bati à porta da casa do Senhor. Ele nunca estava.

Ou mandou dizer que não estava.

Um dia, cansado, desisti. Mas deixo a porta da minha casa sempre aberta, se um dia por acaso Ele resolver aparecer.

Um comentário:

Disraelly disse...

Aêê, bacana seu espaço novo cara!! Parabéns pelo post!! Forte abraço!